Manometria Esofágica

esdoscopiaPara que serve?

É um exame capaz de avaliar as contrações do esôfago, ou seja, sua função motora, além do funcionamento de suas válvulas (esfíncteres). É útil no estudo complementar da doença do refluxo, para orientar o posicionamento da sonda da pHmetria, na avaliação pré-operatória da cirurgia do refluxo e no estudo da dor torácica não cardíaca e dos distúrbios da deglutição (entalos ou engasgos).

Como é feito?

Posicionando-se a extremidade de uma sonda flexível através de uma das narinas dentro do estômago, com anestesia local (gel anestésico na narina). Esta sonda é conectada a um aparelho já ligado ao computador que registrará os dados. Estes são obtidos através da retirada lenta e programada da sonda com auxílio de algumas manobras (como ingestão de água). Todo o procedimento dura em torno de 20 a 30 min.

Cuidados para a realização do exame:

Jejum de 6h para sólidos e 4h para líquidos (e de 12h se caso suspeito ou confirmado de esôfago dilatado);

Suspender por uma semana antes do exame os seguintes medicamentos: omeprazol, pantoprazol, lansoprazol, rabeprazol, esomeprazol, ranitidina, cimetidina, famotidina e anti-ácidos (exceto se orientação médica contrária);

Suspender 48h antes do exame: tranquilizantes e sedativos (exceto se orientação médica contrária);

Suspender 24h antes do exame: isossorbida, nitroglicerina, nifedipina, verapamil (consultar médico assistente antes), além de metoclopramida, bromoprida e domperidona.

Observações importantes:

Apresentar exames anteriores (endoscopias, manometria e pHmetrias, laringoscopias).

O exame não deve ser feito durante quadro de gripe, corisa, rinite ou crise de asma.

 

  

 convenios localizacao duvidas artigos doencas